Mãos e pés


We will be your hands.
We will be your feets.
We will run this race till the rest of this days.
In the darkest places we will be your light.
Hillsong United, The Solution

Na Bíblia, nas músicas, numa pregação… De alguma forma acho que todo cristão já afirmou o compromisso se ser mãos e pés de Jesus na terra. Já dizemos isso há tanto tempo que talvez essas frases já até perderam um pouco do sentido. Já não soa tão revolucionário quanto deveria.

Ser mãos para tocar vidas, curar traumas, ser pés para percorrer os lugares mais loucos... De alguma forma esse tem sido o meu maior (e único) chamado ultimamente. Cada vez que paro e olho ao meu redor, nas revistas, na internet, sinto a real necessidade de ir aos lugares mais escuros e isso me faz apoiar (ainda mais) projetos como o Sexxx Church que tem escandalizado tantas pessoas.

É como no domingo passado quando fui (com o Diga ao Mundo) apresentar a peça Everything e street dance num Festival de Artes Católico. Na minha Igreja alguns se assustaram, discordaram, mas vimos aí a oportunidade de ser mãos e pés de verdade, derrubando barreiras que nós mesmos criamos.

E quer saber? Foi incrível! Havia cerca de 60 pessoas que através de nós puderam ouvir e sentir um pouco do que Ele tem para oferecer. Que puderam ver que além da religião e suas crenças existe algo maior que é o amor que vivemos e oferecemos.

Ser mãos, pés, luz... Tudo isso já está manjado nos púlpitos das Igrejas.
Acho que já está na hora de levar essa idéia além das quatro paredes.

--> Confira aqui o vídeo com os melhores momentos.

1 comentarios:

Niltinho disse...

É como eu conversava com uma amiga minha, na simplicidade depequenos atos estenderemos o reino e ganharemos a terra.

Muitos cristãos tem se preocupado com um monte de coisas, mas ser mãos e pés de Cristo não tem feito parte dessas preocupações.

Te dou parabéns pela apresentação no festival católico, isso me faz lembrar o reveredo argentino Juan Carlos Ortiz quando cita em seu livro que se reuniu até com líderes católicos como parte dos planos para alcançar a cidade dele.

Um abraço.

P.S.: Tendo um tempinho, passa lá no Blog do Niltinho 2.0